Romeu Zema afirma ainda não saber quando poderá pagar 13º salário dos servidores de Minas

O governador de Minas, Romeu Zema, afirmou na manhã desta terça-feira (24), em entrevista exclusiva à Itatiaia, ainda não ter uma data definida para o pagamento do 13º salário dos servidores públicos estaduais.

“Nós temos nos empenhado ao máximo para que a maior proporção do 13º salário seja paga o quanto antes, mas ainda não temos uma definição”, disse. O governador sequer quis garantir que uma parcela do benefício será paga neste ano. “Seria muita pretensão minha dizer isso. Vamos ter, na semana que vem, reunião com a Secretaria da Fazenda para darmos um cenário de como será feita essa programação do pagamento, mas nesse momento não posso assumir esse compromisso.”

Em relação ao salário de novembro, pago em dezembro, Zema declarou que a escala deve ser divulgada até segunda-feira (30).

O governador voltou a argumentar que há necessidade de o estado passar por reformas. “O meu grande desejo é ter um governo que pague pontualmente aquilo que é direito do funcionário público, e já fizemos avanços. Há dois anos, quando assumimos, o funcionário público estava sem plano de saúde, já regularizamos isso; não tinha acesso a empréstimo consignado, já regularizamos. Vamos chegar ao ponto em que vamos regularizar o 13º”, argumentou.

“Depende muito de aprovação da privatização da Codemig (Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais), que está na Assembleia Legislativa. Sem as reformas, o estado não é viável financeiramente. Já aprovamos a reforma da Previdência, mas o efeito dela será daqui a cinco, dez anos. Dependemos dessa privatização da Codemig e espero que os deputados sejam sensíveis a essa questão”, completou.

Fonte: Rádio Itatiaia

COMPARTILHAR