PC apresenta trio acusado de vender cocaína para universitários em bairro nobre de Patos de Minas

A Polícia Civil apresentou nesta sexta-feira (21) três jovens acusados de vender cocaína para universitários de Patos de Minas. A operação “Graduando’s” foi desencadeada na tarde dessa quinta-feira (20) no Alto Caiçaras, bairro nobre da cidade. Três jovens foram presos. Os policiais apreenderam cocaína, porções de maconha, aparelhos celulares, dinheiro e automóveis.

De acordo com o Delegado Éwerton Evangelista, as investigações se iniciaram há aproximadamente um mês, quando os policiais receberam informações de que o morador de um prédio em região nobre da cidade situada nas imediações do UNIPAM estaria comercializando drogas, preferencialmente cocaína para estudantes universitários.

Durante os trabalhos investigativos, apurou-se que um dos traficantes daquela região seria o investigado Marcos Paulo Silva Santos, 24 anos, residente em um apartamento da Rua Juruás, Bairro Caiçaras. O policial informou que ele se utilizava da facilidade de residir em um prédio situado no mesmo bairro da faculdade e destinado exclusivamente a estudantes universitários para realizar a venda das drogas.

Os trabalhos investigativos ainda apuraram o envolvimento de outros homens no tráfico ilícito de drogas fomentado nas imediações da faculdade, sendo eles Eduardo Rodrigues Silva, conhecido como “Dudu”, 21 anos, que era responsável pela negociação e aquisição das drogas junto ao fornecedor e Rhuan Lucas Araújo, 24 anos, que ficava encarregado de armazená-las em sua moradia, local onde os investigadores localizaram a maior parte da cocaína.

Foram apreendidos com eles cerca de R$1.600 em dinheiro, uma balança de precisão, dois celulares e um notebook além de toda a droga. Também foram apreendidos três veículos que estava em poder dos envolvidos, um Honda/Civic um GM/Astra e um Hyundai/i30.

Estima-se que a cocaína apreendida renderia aproximadamente 400 porções daquelas destinadas aos usuários a um custo de R$ 50,00 cada, totalizando um prejuízo para o trio de R$20.000,00.

O delegado explicou que a operação policial foi batizada de “Graduando´s” em razão do duplo sentido empregado na palavra, referindo-se ao fato de que a cocaína era destinada a formandos em curso superior e a prisão dos envolvidos ocorreu de forma escalonada, passando pelo vendedor, guardador e o negociador das drogas.

Nenhum dos três envolvidos possuíam passagens pela Polícia. Eles serão ouvidos e posteriormente conduzidos ao Presídio Sebastião Satiro. Eles vão responder pelos crimes de Tráfico de Drogas e Associação ao Tráfico de Drogas.

LEIA TAMBÉM