Lagoa Formosa registra a 11ª morte em decorrência da doença COVID-19

Lagoa Formosa registrou nas últimas 24 horas mais duas mortes em decorrência da COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus. Os óbitos são de pessoas que estavam internados na cidade de Patos de Minas. A confirmação das mortes já estará no boletim epidemiológico da Secretária de Estado, que será divulgado nesta terça-feira (18/09). Com isso, o município contabiliza 11 mortes em decorrência da doença. Um dos óbitos é de um homem de 51 anos, que estava na UTI do Hospital Regional, sendo que a morte dele causou muita comoção na cidade. Já a outra morte é de um idoso de 78 anos.

Nossa reportagem conversou com o Comitê COVID-19 da Secretaria de Saúde, que confirmou o falecimento das duas pessoas. De acordo com as informações, ambos eram hipertensos e um deles ainda apresentava quadro de cardiopatia. Os sepultamentos aconteceram no cemitério municipal Lagoa Formosa e, atendendo as exigências dos órgãos de saúde, os corpos foram levados para o local sem a presença dos familiares. Até a data de ontem (21) Outros 10 pacientes encontravam-se internados em leitos clínicos.

O mais recente boletim epidemiológico mostra um aumento considerável nos casos da doença em Lagoa Formosa, mas o município continua na Onda Amarela do Programa Minas Consciente do governo do estado, acompanhando a micro região de Patos de Minas. A Secretaria de Saúde pede aos habitantes da cidade que respeitem as normas estabelecidas no combate ao novo coronavírus, com exemplo, manter o distanciamento social, o uso da máscara e fazer a higienização das mãos com álcool gel.

Matéria: Vanderlei Gontijo – Fotos: Ilustrativas

COMPARTILHAR