Um jovem de 20 anos em Patrocínio sofreu um grande prejuízo nesta quinta-feira (23). Ele tentava um empréstimo de R$90 mil e acabou perdendo R$ 45 mil. O golpista começou o crime oferecendo o empréstimo pelo whatsapp e, a partir daí, passou a pedir depósitos o que acabou no grande valor perdido. A Polícia Militar alerta as pessoas sobre o golpe do falso empréstimo.

De acordo com a Ascom do 46º BPM, por volta das 11 horas, um cidadão de 20 anos compareceu ao batalhão e alegou ter sido vítima de estelionato. Ele relatou que, no dia 31/08/2021, recebeu uma mensagem via whatsapp, em que um indivíduo que se identificou como sendo consultor financeiro lhe ofereceu um empréstimo pessoal.

A vítima se interessou em contratar o valor de R$90.000,00, enviando ao criminoso fotografia de seus documentos pessoais, comprovante de endereço e comprovante de renda, além de preencher e assinar um contrato recebido pelo autor e lhe enviando a documentação de volta.

A partir de então, a vítima narrou uma série de depósitos e pagamentos realizados, exigidos pelo estelionatário. Que dia 11/09/2021, R$700,00 na conta informada pelo golpista, referente a um seguro. Dia 14/09/2021, R$ 850,00, que seria para liberação de limite. Dia 15/09/2021, R$ 950,00 e R$ 949,98, a encargos do cartório. Dia 16/09/2021, R$ 1.499,98. Dia 17/09/2021, pix de R$2.000,00, referente a valores retroativos. Dia 21/09/2021, ele efetuou um pix de R$2.500,00. Nesse mesmo dia, mais um pix no valor de R$ 5.999,98 para a mesma chave. Ainda, no dia 21/09/2021outro pix no valor de R$ 8.499,99 para a mesma chave. A vítima ainda efetuou mais um pix no dia 21/09/2021 no valor de R$7.500,00 para a mesma chave.

Que então desconfiou e disse ao criminoso que não queria mais o empréstimo, vindo este a lhe ludibriar, convencendo-lhe a pagar multa por quebra de contrato. Que no dia 22/09/2021, a vítima pagou via pix o valor de R$4.000,00 referente a multa por quebra de contrato. Ainda no dia 22/09/2021, a vítima efetuou um último pix para a mesma chave, no valor de R$ 9.999,98, valor esse que seria pelo tempo de movimentação da carta de crédito e taxas de cartório.

A vítima não teve os valores pagos restituídos até o presente momento, com prejuízo de R$45.999,91.

A Polícia Militar fez um alerta para a comunidade. Este tipo de golpe vem ocorrendo e destacou uma série de dicas de segurança para a comunidade.

– É importante o cidadão ficar alerta e não fazer depósitos ou adiantamento de valores a fim de obter empréstimo pessoal, principalmente em transações originadas da internet ou de redes sociais;

– Sempre desconfie de exigências dessa natureza!

– cuidado com ligações e contatos de estranhos, não repasse de forma alguma dados pessoais e bancários a ninguém, mesmo se a pessoa afirmar que é do banco ou da operadora de cartão;

– cuidado também com o repasse de informações via e-mail;

– o cartão de crédito é de uso pessoal, não empreste o cartão a terceiros;

– nunca entregue seus os cartões bancários a ninguém, os bancos ou operadoras não tomam os cartões dos clientes, mesmo se constatar que o cartão foi clonado;

– nunca guarde a senha anotada junto com o cartão;

– troque a senha do cartão periodicamente;

– desconfie de ligações e contatos de pessoas solicitando informações como número de cartões e de senhas, os bancos não fazem contanto com os clientes solicitando essas informações;

– em caso de constatação que o cartão foi clonado, faça o bloqueio do cartão através dos serviços de atendimento ao cliente dos bancos e procure a Polícia Militar para o registro da ocorrência.