Hemocentro de Patos de Minas faz apelo aos doadores para tentar repor estoque de sangue

O grupo de funcionários de uma empresa de Serra de Salitre, que se mobilizou para doar sangue em Patos de Minas, salvou o dia no Hemocentro. A pandemia da Covid-19 espantou os voluntários e os estoques de sangue caíram a níveis preocupantes. A direção da Unidade da Fundação Hemominas fez um apelo aos doadores de toda a região para que voltem a doar sangue.

O Hemocentro de Patos de Minas já chegou a receber 70 doadores por dia. Com a pandemia da Covid-19, esse número caiu muito e, nas últimas semanas, a média diária de doares não tem passado de 15 pessoas. A quantidade de sangue coletada nesses dias de baixa não é suficiente para atender a demanda dos 33 municípios da região.

O médico Rafael Oliveira Rocha é o coordenador técnico da Fundação Hemominas de Patos de Minas. Ele disse que o Hemocentro está tendo que recorrer a empresas parceiras para conseguir manter um estoque. Foi assim que os funcionários da empresa de Serra do Salitre decidiram doar sangue na manhã desta terça-feira (23). Mesmo com esse tipo de iniciativa, Rafael afirmou que há risco de faltar sangue para socorrer doentes, se as coletas continuarem tão baixas.

Rafael fez um apelo aos doadores para comparecerem ao hemocentro. O médico ressaltou que o processo de coleta de sangue é realizado com toda a segurança e esclareceu que mesmo as pessoas que tiveram Covid-19 podem fazer a doação de sangue após 30 dias. Para as pessoas que receberam a vacina da Covid-19, a doação pode ser feita após sete dias.

Para tentar amenizar o problema, o Hemocentro de Patos de Minas abrirá de forma excepcional neste sábado (27) para atendimento aos doadores de sangue. A unidade – localizada na Rua Major Gote, 1255, ao lado do Hospital Regional – estará aberta das 7h às 11h para receber os doadores. Vale lembrar que o Homocentro está funcionando por agendamento, que deve ser feito no site da fundação Hemominas.

Fonte: Patos Hoje

COMPARTILHAR