Funcionário de fazenda usa arma de fogo do patrão para afugentar ladrões, mas acaba detido por porte ilegal

Um homem de 28 anos foi encaminhado para a delegacia de polícia, após usar a arma de fogo do patrão para afugentar ladrões, que ameaçavam furtas sacas de café da propriedade onde é funcionário. De acordo com o boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada pelo dono da Fazenda Boa Esperança, que fica situada no município de Carmo do Paranaíba, relatando que ladrões estariam tentando levar sacas café e que apenas o empregado estava no local.

Com isso, os policiais foram rapidamente para a fazenda, sendo que chegando a propriedade depararam com J.J.O., que portava um rifle em sua mão direita. Ao desembarcar da viatura, os militares ordenaram para que ele largasse a arma e colocasse as mãos sobre a cabeça, o que foi prontamente acatado pelo jovem. Foi procedida busca pessoal no rapaz e com ele foram localizadas 10 munições calibre 22. Ainda, próximo de J.J.O., os policiais encontraram uma latinha contendo outras 292 munições.

Ele informou aos militares que por volta das 18h30 escutou barulho no galpão, local onde ficam estocadas as sacas de café e as máquinas da fazenda. Ao abrir a janela ele visualizou 3 indivíduos tentando furtar o produto, contudo, com a intenção de proteger o patrimônio da fazenda se armou com o rifle e efetuou 8 disparos para o alto. Neste momento, segundo o jovem, os supostos ladrões evadiram correndo a pé.

Diante dos fatos, o morador da propriedade apresentou o registro da arma, mas o documento estava em nome de dono da propriedade. Por isso, ele acabou sendo detido em flagrante pelo crime de porte ilegal de arma de fogo. O rapaz foi levado para a delegacia de Polícia Civil na cidade de Patos de Minas e entregue ao delegado de plantão, juntamente com a arma e as munições apreendidas.

Fotos: Julio César

COMPARTILHAR