Estelionatário é preso com várias máquinas de cartão após aplicar golpe de R$ 20 mil em idosa

A Polícia Militar agiu rápido e prendeu um homem de 26 anos que tinha acabado de aplicar um golpe de cerca de R$ 20 mil em uma idosa em Patos de Minas. Ele também é apontado como autor de outro golpe registrada nesta tarde na cidade. O suspeito é de São Paulo e, segundo a Polícia Militar, faz parte de uma quadrilha que viaja o país se passando por funcionário de banco e aplicando golpes.

Segundo o sargento Moreira, a vítima procurou a base da Polícia Militar na tarde desta quarta-feira (09) denunciando o golpe. Ela disse que recebeu uma ligação, que seria de seu banco, informando que alguém havia feito compras em seu cartão e que este teria sido clonado. A pessoa informou a idosa que um funcionário do banco iria até sua casa buscar o cartão que supostamente teria sido clonado.

A idosa entregou os cartões e a senha e depois percebeu que o estelionatário havia feito transferências no valor de R$17.562,00 e saques no valor de R$ 1.449.99. Os policiais iniciaram as buscas e conseguiram descobrir que o suspeito teria se hospedado em um hotel próximo ao Terminal Rodoviário.

O homem identificado como Felipe Roberto da Silva Vacca, de 26 anos, foi preso em flagrante. Ele levava na bolsa seis máquinas de cartão. Os policiais também encontraram uma passagem de Patos de Minas para Patrocínio, que mostra que ele deixaria a cidade amanhã cedo. Com ele, os policiais apreenderam R$ 1.317,00 em dinheiro.

Felipe foi reconhecido pela vítima. O sargento Moreira alertou as pessoas para a ação desta quadrilha que aplica golpes em todo o país. Ele lembrou que os bancos não enviam funcionários à casa das pessoas e nem solicitam a senha do cartão do cliente.

Fonte: Patos Hoje