Detran-MG: alteração de CNH já pode ser feita pela internet

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on print
Foto Ilustrativa (Internet)

Quem precisa alterar dados da Carteira Nacional de Habilitação AGORA pode fazer isso sem sair de casa. A partir desta quinta-feira (12/5), condutores e candidatos à habilitação podem solicitar o serviço através do site do Detran-MG, utilizando o Sistema de Protocolo Digital. O atendimento presencial segue disponível, com agendamento prévio.

O diretor do Detran-MG, delegado Eurico da Cunha Neto, explica que o sistema permite o trâmite de documentos totalmente on-line, evitando deslocamento até uma unidade de atendimento.

Só podem ser alterados, por enquanto, o nome do solicitante, nomes dos pais e categoria do candidato. Para isso, o usuário deve fazer login no site do Detran, com usuário e senha do cadastro Gov.br, o mesmo utilizado para acessar a Carteira Digital de Trânsito.

Após acessar o sistema, basta selecionar o serviço, conferir os dados e preencher o formulário indicando as alterações desejadas. Para finalizar a solicitação, deverão ser anexados os documentos solicitados e enviada uma self (foto do rosto) de identificação, como medida de segurança.

A solicitação será analisada e processada em até 72 horas, em dias úteis. Todas as etapas poderão ser acompanhadas por meio do site. Caso algum problema seja identificado, o usuário será informado em até 30 dias.

A meta, segundo o Detran-MG, é ampliar os serviços disponíveis no site. “O primeiro serviço a ser oferecido à população mineira em relação a CNH será a alteração de dados para condutores e candidatos, mas nossa meta é ampliar a oferta de serviços no sistema, proporcionando ainda mais agilidade e comodidade para o cidadão”, afirma Eurico da Cunha Neto.

O serviço está disponível somente para condutores e candidatos à habilitação da capital. Mas o objetivo é difundir, nos próximos meses, o sistema para demais cidades do estado.

A ferramenta foi desenvolvida por servidores da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) em conjunto com a Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais (Prodemge).

Fonte: em.com.br

LEIA TAMBÉM