Neste final de semana, o 12º Batalhão de Bombeiros Militar, responsável pelos atendimentos na região Noroeste do Estado, registrou 4 afogamentos, sendo 2 na região atendida pelo 2º Pelotão de Bombeiros de Paracatu e outros 02 na região atendida pela 2ª Companhia de Unaí.

O primeiro afogamento foi registrado no sábado (11), no município de Lagoa Grande, onde segundo informações a vítima do sexo masculino de 57 anos realizava um serviço em um sistema de irrigação quando escorregou e caiu dentro do reservatório, tendo em seguida submergido. Os demais afogamentos foram registrados no domingo (12), sendo um no município de Brasilândia de Minas onde a vítima do sexo feminino de 21 anos entrou no Rio Paracatu para tirar uma foto e seu cachorro foi atrás sendo levado pela correnteza. Na tentativa de pegá-lo, a vítima também foi levada pela correnteza, vindo a submergir metros à frente.

Já no município de Arinos, segundo informações, várias pessoas tomavam banho no rio Urucuia quando uma criança começou a se afogar, sendo que a vítima do sexo masculino de 18 anos conseguiu resgatar a criança e veio a submergir após a ação.

No município de Palmital, o afogamento ocorreu na represa de Queimados, onde segundo informações, a vítima do sexo masculino nadava em um ponto pouco distante da margem quando submergiu.

O aumento da temperatura é um grande atrativo para busca de piscinas, balneários, cachoeiras, locais para se refrescar, mas é preciso tomarmos alguns cuidados para que o momento de lazer não se torne uma tragédia. Outro detalhe a se destacar é a necessidade do uso de equipamentos de segurança, tanto na diversão quanto no trabalho.

Dicas:
Escolha do local para nadar
• Procure um local conhecido por você ou por outra pessoa, desde que ela o acompanhe.
• Não ultrapasse faixas e placas de avisos.
• Não entre em locais onde há avisos de perigo de morte ou em águas poluídas.
• Procure sempre local onde existe a presença de Guarda-Vidas, ou o Corpo de Bombeiros.
Mudança de comportamentos
• Evite nadar sozinho;
• Não tome bebida alcoólica antes de entrar na água;
• Não se afaste da margem;
• Não salte de locais elevados para dentro da água;
• Não tente salvar pessoas em afogamento sem estar devidamente habilitado;
• Prefira lançar flutuadores para salvar pessoas ao invés da ação corpo a corpo;
• Identifique nas proximidades a existência do salva-vidas e permaneça próximo a ele;
• Evite brincadeiras de mau gosto (“caldos”, “trotes”, “saltos”);
• Acate as orientações dos Bombeiros ou dos Salva-vidas;
• Não abuse se aventurando perigosamente;
• Não deixe as crianças sozinhas;
• Evite navegar com carga em excesso;
• Só deixe entrar na embarcação pessoas usando coletes salva-vidas;
• Somente conduza embarcações se for habilitado para tal.