Acidente com ônibus deixa mortos e feridos na BR-146 no município de Serra do Salitre

Tragédia anuniciada! Um ônibus de passageiros caiu em uma ribanceida na BR 146 nesta madrugada e causou a morte de várias pessoas. Os números ainda não são oficiais, mas a informação é de que os 45 passageiros tiveram ferimentos com maior ou menor gravidade e pelo menos seis pessoas morreram. Bombeiros de Patos de Minas, Araxá e Patrocínio e profissionais do Samu passaram a madrugada resgatando as vítimas.

O acidente aconteceu por volta de 2h da madrugada deste sábado (02) no km 87 da BR 146. O ônibus levava trabalhadores rurais de Alagoas para São Paulo. Ao passar pela chamada “Curva da Catiara”, ainda no município de Serra do Salitre, o motorista perdeu o controle e caiu na ribanceira. Passageiros ficaram presos às ferragens.

O Corpo de Bombeiros teve muito trabalho para fazer o resgate das vitimas. De acordo com o Tenente Maia, 8 equipes dos bombeiros foram para o local. “A maioria, como eu, de forma voluntária”, disse. Ele destacou o trabalho dos profissionais do Samu e da Polícia Militar no local. Ele também ressaltou o apoio dos profissionais do guincho de Patrocínio. Um guindaste foi até o local e içou o ônibus que estava em uma vala de 4 metros.

Com o equipamento, o veículo foi recolocado na pista e os corpos das vítimas resgatados. O oficial informou que 4 pessoas, sendo três homens e uma mulher, morreram debaixo do veículo. Os feridos foram levados para hospitais de Patos de Minas, Araxá e Serra do Salitre. Ele informou que mais pessoas acabaram perdendo a vida após o socorro. Seis pessoas acabaram falecendo. Os mortos serão encaminhados para o IML de Patrocínio.

O local onde ocorreu o acidente é alvo de reclamação dos moradores e das pessoas que trafegam por ali. Vários acidentes com vítima fatal já foram registrados nesse trecho. Recentemente o PO Notícias mostrou a manifestação de moradores cobrando a realização de obras no local para evitar que mais mortes ocorressem. Como nada foi feito, a tendência era mesmo que outros acidentes ocorressem.

 

LEIA TAMBÉM