URT sente cansaço, sofre novo castigo nos acréscimos e perde a invencibilidade no Mineiro

A URT não suportou o cansaço da sequência de jogos e a força do Atlético e perdeu a invencibilidade no Campeonato Mineiro. A partida na noite desse domingo (04) no Estádio Zama Maciel seria a prova de que a eliminação na Copa do Brasil já estava superada. O Trovão Azul jogou de igual para igual com o Galo, mas vacilou na marcação e Ricardo Oliveira marcou o único gol do jogo aos 45 minutos do segundo tempo.

A URT teve problemas na preparação da equipe para o confronto com o Atlético. O técnico Rodrigo Santana não pode contar com os volantes Jô e Diogo Orlando e nem com o ataque Macena. Mas o time suportou muito bem os primeiros 45 minutos. No início do jogo, o Trovão Azul foi melhor e criou ótimas chances de marcar.

O Atlético precisou de alguns minutos para se encontrar em campo. Mesmo assim, o Galo só conseguiu levar perigo ao gol de Carlão nas bolas paradas. As cobranças de escanteio de Otero levavam perigo. A falta que ele mesmo sofreu obrigou o goleiro da URT a se esticar todo. A melhor chance do jogo, no entanto, foi do Trovão Azul. Gabriel errou na saída de bola e Eduardo Ramos deixou Bruninho na cara do gol. Ele viu Victor adiantado e bateu por cobertura, mas a bola caprichosamente foi pra fora, mantendo o zero a zero no placar no primeiro tempo.

O Atlético voltou para o segundo tempo controlando melhor a posse de bola. Mas era a URT que chegava com mais perigo. O Trovão Azul saía nos contra-ataques pelos dois lados, sempre criando boas oportunidades. Aos 19 minutos, Felipe Alves limpou a jogada e bateu rasteiro, no canto, e Victor teve que voar para defender. O Atlético continuou apostando nas bolas paradas. Nova cobrança de falta de Otero e Carlão teve espalmar mais uma.

Após os 35 minutos de jogo, os jogadores da URT começaram a dar sinais de cansaço. O time se fechou ainda mais na defesa e deixou o Atlético tocar a bola. Mesmo assim, o time ainda levou perigo nos contra-ataques. Foi assim até os 45 minutos, quando a equipe celeste perdeu a bola no meio campo e Otero encontrou Ricardo Oliveira entrando livre na área. O atacante deu uma cavadinha na saída de Carlão e marcou o primeiro gol dele com a camisa do Atlético.

O gol, o único do jogo, selou a vitória Atleticana. Aos jogadores da URT restou lamentar mais um gol sofrido nos acréscimos.

Fonte: Patos Hoje

COMPARTILHAR
Jornalista e radialista, natural de Presidente Olegário. Idealizador e responsável pelo portal PO Notícias. Redator e apresentador dos programas Jornal da Eldorado e show da tarde na Rádio Eldorado FM 87,9.