URT busca reação no fim, mas cai nos pênaltis para o Vila Nova-GO na Copa do Brasil

A URT lutou até o fim, buscou o empate no fim, mas não realizou o sonho de avançar à terceira fase da Copa do Brasil. O time mineiro caiu nos pênaltis diante do Vila Nova-GO, por 5 a 4, depois de empate em 2 a 2 no tempo normal, em duelo muito movimentado no Estádio Zama Maciel, em Patos de Minas. Nos tiros livres, brilhou a estrela do goleiro Rafael Santos, que pegou duas cobranças do Trovão Azul e ainda converteu ao ser convocado para bater.

O Vila Nova estreou o técnico Eduardo Baptista, ex-Palmeiras e Fluminense, esteve duas vezes na frente, mas a URT foi valente e acreditou até o fim para buscar o empate e levar a decisão para os pênaltis. Michel Douglas abriu o placar para os goianos, mas Juninho Potiguar igualou. O Tigrão de Goiânia ficou em vantagem com Danilo, ex-Corinthians, mas Cascata, em cobrança de falta certeira, deixou o placar igual aos 42min do segundo tempo.

Nos pênaltis, o goleiro Rafael Santos foi decisivo para a classificação goiana. Ele pegou os chutes de Reis e Derlys e ainda converteu a cobrança dele. O Vila Nova-GO depende do STJD para conhecer o próximo adversário na Copa do Brasil, que sairá do duelo entre Bragantino-PA e o ganhador de Aparecidense x Ponte Preta – a Macaca perdeu por 1 a 0, mas o resultado foi impugnado pelo STJD.

A URT, que na primeira fase eliminara o Coritiba com triunfo em casa por 3 a 2, se concentrará no Campeonato Mineiro. O time de Patos de Minas vem de empate (1 a 1) diante do Cruzeiro, no Zama Maciel. Na sequência, o Trovão Azul, em nono na classificação com seis pontos, vai encarar o Guarani, no dia 9 de março, no Farião, em Divinópolis.

Fonte:Superesportes

COMPARTILHAR
Gonçalves Advogacia