Presidente Olegário já tem mais de 1.400 casos suspeitos de dengue

Nesta quinta-feira (13/06), a Secretaria Municipal de Saúde de Presidente Olegário através da Vigilância Epidemiológica divulgou um balanço atualizado com o número de casos registrados e suspeitos de dengue. O balanço é referente ao ano de 2019, até o dia 13 de junho.

No balanço, o município de Presidente Olegário apresenta uma situação epidemiológica de casos suspeitos e confirmados de dengue preocupante. Ao todo, são 1.415 notificações e 730 casos confirmados e, muitos outros aguardando análise.

Mesmo com o intenso trabalho dos agentes, as pessoas continuam mantendo criadouros do mosquito Aedes Aegypti. A grande quantidade de latas, pneus e outros objetos que acumulam água são encontrados em quintais de várias residências da cidade.

COMO EVITAR O AEDES
Confira a seguir alguns cuidados que podem e devem ser adotados pela população em suas residências e locais de trabalho para evitar a proliferação do Aedes aegypti.

RECIPIENTE RECOMENDAÇÕES
Pratinhos de vasos de plantas Retire-os.
Latinhas, embalagens plásticas e de vidro, material descartável em geral Coloque tudo em um saco plástico. Feche bem. Mantenha a lixeira tampada. Sempre ponha o lixo para recolhimento do serviço de limpeza urbana.
Caixa d’água, cisterna, barril/tambor e poço Mantenha-os sempre bem fechados, sem deixar frestas.
Calha Confira sempre se ela está entupida, remova folhas e tudo que possa impedir o escoamento da água.
Pneus Entregue-os ao serviço de limpeza urbana. Caso precise deles, mantenha-os secos e guardados em local coberto.
Piscina Trate a água com cloro e limpe uma vez por semana.
Vaso sanitário Deixe a tampa sempre fechada. Em banheiro sem uso, dê descarga uma vez por semana.
Quintal Mantenha o seu quintal sempre limpo e livre de qualquer material que possa se tornar um foco da dengue (sacos plásticos, tampas de garrafas, cascas de ovos e embalagens em geral).
Bandeja externa de geladeira e ar-condicionado Retire sempre a água. Lave-a com água e sabão.
Garrafas PET e de vidro Se não for usá-las, coloque-as em um saco plástico para recolhimento da limpeza urbana. Se for utilizá-las, mantenha em local coberto, secas e sempre de boca para baixo.
Material em uso que possa acumular água Seque tudo e guarde em local coberto.
COMPARTILHAR