População tenta linchar suspeito de abusar sexualmente de criança de 6 anos em Carmo do Paranaíba

A População do Bairro Santa Cruz, na cidade de Carmo do Paranaíba, por pouco não linchou um homem suspeito de abusar sexualmente de um menor de 6 anos de idade. O caso aconteceu por das 18h00 deste domingo (09/09), na Rua Hilário Ribeiro, quando a Policia Militar foi solicitada a comparecer em um bar, onde segundo testemunhas estaria prestes a acorrer um linchamento. Chegando ao local, os militares depararam com dezenas de pessoas na rua com pedaços de paus, facas e outros objetos nas mãos. Elas ameaçavam agredir o suspeito Marcos Antônio de Queiroz, 48 anos, que teria abusado sexualmente do garoto.

De acordo com informações da PM, o proprietário de um bar que existe no lugar, chegou a dizer aos policias que devido à população ter revoltado com o possível estupro, teria deixado Marcos correr para os fundos do estabelecimento. Neste momento, o acusado foi localizado pelos militares em cima de um muro. Ele contou que estava com medo de ser morto pela população, e por isso, tentou se esconder no quintal do imóvel e acabou subindo no muro. Em conversa com a polícia, o autor contou que se encontrava em um bar fazendo uso de bebida alcoólica, momento em que apareceu no local um garoto pedindo refrigerante.

Marcos disse que recusou a pagar e pouco depois saiu para urinar na rua. Ele contou que escolheu um espaço que é usado para fixar padrões de energia elétrica, por ficar escondido. Neste momento a vítima de 6 anos teria o seguido apareceu de repente, mas ele pediu a criança para sair de perto, pois estava fazendo “xixi”. No mesmo instante, passava pela rua uma testemunha que teria visto o suspeito fechando o zíper da calça com o menino do lado dele. A testemunha então teria começado a dizer para as pessoas que estavam próximas ao local, que Marcos teria estuprado o garoto, devido à “cena” que acabava de presenciar.

Em conversa com a testemunha, ela relatou a polícia o que havia presenciado. A pessoa disse que chegou a perguntar ao acusado o que ele estava fazendo “dentro” do padrão em companhia do menor, mas o homem disse apenas que estava urinando. A testemunha então foi até os pais do garoto e relatou o fato. Com isso a vítima foi levada até o UPA, onde passou por avaliação médica, que não apresentou lesões. Mas o garoto disse que o homem lhe ofereceu balinhas, e em seguida puxou o seu braço e queria que o menino tocasse no pênis dele.

Diante dos fatos e com a população revoltada, a Polícia Militar teve dificuldades para conter os ânimos dos moradores do bairro, que tentavam linchar o suspeito. Foi preciso de um esquema especial da polícia, para tirar Marcos dos fundos do bar onde ele estava escondido e leva-lo para o Cia da PM. O carro do autor, um Fiat/Uno, que estava estacionado na rua, acabou sendo apedrejado pelos populares revoltados com o suposto abuso sexual. No veículo também foram localizadas “buchas” de maconha. Em consulta ao sistema informatizado da polícia ficou constatado que o acusado possui outras passagens pela policia pelo crime de abuso sexual de menor.

Marcos Antônio de Queiroz, 48 anos, foi ouvido pelo delegado de plantão na manhã desta segunda-feira (10/09) em Carmo do Paranaíba. Ele foi autuado e levado para a penitenciária da cidade.

Fonte: Vanderlei Gontijo (Patos1)

COMPARTILHAR
Jornalista e radialista, natural de Presidente Olegário. Idealizador e responsável pelo portal PO Notícias. Redator e apresentador dos programas Jornal da Eldorado e show da tarde na Rádio Eldorado FM 87,9.