Negociação do Estádio Zama Maciel pode envolver também o Estádio Bernardo Rubinger

Uma reunião entre o Conselho Gestor da União Recreativa dos Trabalhadores – URT – pode definir o futuro do Estádio Zama Maciel. O clube recebeu uma proposta de venda de parte do imóvel localizado na Avenida Brasil e receberia em troca um novo estádio e um centro de treinamento que seriam construídos nos arredores da cidade.

A negociação, no entanto, pode envolver o Estádio Bernardo Rubinger de Queiroz, que pertence ao rival Mamoré. Nesse caso, ao invés de construir um novo Estádio, a URT repassaria parte dos recursos para o Mamoré e tornaria o Estádio Bernardo Rubinger um bem do município com possibilidade de uso para os dois clubes.

A proposta é vista como a mais viável, principalmente por causa do custo de manutenção dos Estádios. Os cuidados com um Estádio para 15 mil lugares, por exemplo, pode chegar perto de R$ 20 mil por mês. Há quem diga também ser desnecessária a existência de dois Estádios na cidade, sendo que apenas um, recebendo os cuidados necessários, é suficiente para atender aos dois clubes.

A decisão de envolver o Estádio Bernardo Rubinger na negociação do Estádio Zama Maciel ainda é apenas uma proposta que precisa ser aprovada por diretores de Mamoré e URT. Existem diretórios favoráveis, como também existem pessoas contrárias à medida nos dois clubes.

Na URT, a reunião dos conselheiros que vai avaliar a proposta de venda de parte do Estádio Zama Maciel será realizada no dia 27 de Dezembro.

Fonte: Patos Hoje

COMPARTILHAR
Jornalista e radialista, natural de Presidente Olegário. Idealizador e responsável pelo portal PO Notícias. Redator e apresentador dos programas Jornal da Eldorado e show da tarde na Rádio Eldorado FM 87,9.