Homem por pouco não morre queimado em incêndio que teria sido provocado pela própria companheira

Um homem teve que ser acordado às pressas por vizinhos na noite deste domingo (09) no Centro de Patos de Minas. A companheira teria incendiado o imóvel enquanto Herlinston Lincon Braz, 45 anos, dormia. A cama em que ele estava e vários outros móveis ficaram destruídos. A mulher saiu do local e não foi encontrada.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e conseguiu debelar as chamas com jatos d’água. De acordo com o Sargento Júlio, o fogo ficou concentrado na sala e quando chegaram não havia mais ninguém na residência situada na Rua Natal. O sofá, cama, cômoda e televisão ficaram destruídos. Além disso, o fogo abalou a estrutura do teto e ameaçava desabar.

Os bombeiros informaram para Herlinston que ele deveria procurar outra casa para passar a noite. O morador que trabalha com serviços gerais respondeu que não sabia o que fazer e acusou a companheira de ter colocado fogo na casa. Ele relatou que mais cedo ela havia o ameaçado de morte e teria dito que iria mesmo atear fogo na casa.

Vizinhos também relataram tê-la ouvido dizer que havia colocado fogo no imóvel. “Podem ir acudir (Herlinston) que eu coloquei fogo na casa”, relataram os vizinhos. A Polícia Militar foi ao local para registrar o incêndio criminoso. De acordo com o Cabo Mascarenhas, caso a mulher fosse encontrada ela seria conduzida para a delegacia para responder pelo crime. Herlinston disse que a companheira havia consumido bebida alcoólica. O nome dela e as características foram repassadas para a Polícia Militar, no entanto ele disse que não gostaria que ela fosse presa.

Fonte: Patos Hoje

COMPARTILHAR