Governo de Minas empossa mais de cem escrivães

Após serem nomeados pelo Governo de Minas Gerais em setembro deste ano, 112 aprovados no concurso de escrivão da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) tomaram posse, nesta segunda-feira (7/10), durante solenidade realizada na Academia de Polícia Civil (Acadepol). Eles serão designados para o preenchimento de vagas em todo o estado. Ao todo, cerca de 35 mil candidatos disputaram as vagas, que serão ocupadas por profissionais de diversas áreas.

Na oportunidade, a diretora da Acadepol, Cinara Liberal, explicou aos novos profissionais como será o curso de formação, iniciado nesta segunda-feira. “Hoje, os alunos da Acadepol terão uma sensibilização e, durante o tempo de formação, as aulas terão duração das 8h às 18h. A previsão é de que o curso termine no final de janeiro e, até lá, esperamos que todos estejam preparados para desempenharem as funções que competem aos escrivães”, disse a delegada-geral, que também ressaltou a importância da capacitação contínua para o desempenho das atividades.

Também presente na estreia dos aprovados, o inspetor-geral de Escrivães, Adailson Gilberto de Oliveira, pontuou o esforço do Governo do Estado para convocar mais profissionais para a corporação. “A reposição desses servidores no quadro da Polícia Civil vai melhorar a força de trabalho da nossa instituição. O cenário está favorável graças aos esforços conjuntos”, afirmou Adailson.

Otimismo

A nova empossada, Ana Carolina Campos, de 28 anos, é formada em Direito e revela a expectativa para o novo desafio. “Espero que possamos aprender e estejamos preparados para a missão que se inicia”, disse .

Para Fernanda Freire Ferreira, 27, formada em Pedagogia, esse curso é a realização de um sonho. “É muito bom saber que, em meio a 35 mil pessoas, conseguimos ficar entre os aprovados. Estamos muito felizes e as expectativas são as melhores possíveis”, destacou.

Marcus Vinicius de Oliveira, 34, formado em Segurança Pública, também está bastante otimista com a nova profissão. “Já tenho experiência na área policial, mas agora está melhor, visto que estou no meu estado. A renovação que a Polícia Civil de Minas Gerais está tendo é um grande passo para a evolução da nossa carreira”, comentou.

Fonte: Agência Minas

COMPARTILHAR