Força da água dificulta ação dos bombeiros e resgate do sargento Filho pode levar até três dias

O trabalho dos bombeiros para a retirada do corpo do sargento Filho, que foi sugado pela tubulação de uma represa na tarde da última quarta-feira (14) no município de Paracatu, entrou no segundo dia e ainda não obteve o resultado esperado. Os militares que trabalham no resgate têm encontrado muitas dificuldades para vencer a força da água e conseguir retirar o corpo do colega.

Segundo o tenente Gabriel, comandante do Pelotão de Bombeiros da cidade de Paracatu, a tentativa de bloquear a vazão da água no vertedouro da barragem não ocorreu como o esperado. (Foram jogadas toneladas de sacos com terra, mas todo material acabou arrastado pela força da água. Mesmo com as comportas fechadas a vazão no vertedouro continuou muito alta), explicou o militar bombeiro.

Como não foi possível bloquear o vertedouro para diminuir a pressão na tubulação onde o corpo do Sargento Filho está preso, o comando da operação voltou para estratégia inicial de abrir as comportas da barragem de forma controlada e posteriormente fazer uma sangria no local. O plano de ação é elaborado por militares experientes e conta com do próprio Cel Moraes, 2°COB, o Mj Marisguia da 4°Cia Ind e o Cap Caixeta, especialista na área.

Segundo o tenente Gabriel, o plano de ação também foi discutido com vários outros militares especialistas em mergulho e salvamento aquático e a decisão de esvaziar a barragem e fazer uma sangria posteriormente seria a maneira mais viável para retirar o corpo do sargento Filho, sem colocar em risco a vida de nenhum outro militar. (Todo processo pode demorar até de 3 dias e a família do militar já está ciente), concluiu o tenente Gabriel.

O sargento Paulo Francisco Pereira Filho estava lotado no Pelotão de Bombeiros de Paracatu, mas atuou durante a maior parte da carreira na Companhia de Bombeiros de Patos de Minas. Na tarde de quarta-feira (14), ele fazia um treinamento de mergulho em uma represa a cerca de 30 quilômetros de Paracatu quando foi sugado por uma tubulação de aproximadamente 8 polegadas.

Fonte: Patos Hoje

COMPARTILHAR
Jornalista e radialista, natural de Presidente Olegário. Idealizador e responsável pelo portal PO Notícias. Redator e apresentador dos programas Jornal da Eldorado e show da tarde na Rádio Eldorado FM 87,9.