Polícia Militar de Meio Ambiente aborda homem com peixes e animal silvestre abatido na MGC-410 no município de Presidente Olegário

Um homem de 43 anos foi detido pela Polícia Militar de Meio Ambiente, transportando 20 quilos de peixes da espécie dourado, sem procedência e um animal da fauna silvestre (tatu) abatido.

Os militares receberam uma informação  relatando que um indivíduo, que mora na cidade de Brasília (DF), estava na  comunidade de Cruzeiro da Prata e que iria retornar para o Distrito Federal com pescados oriundos do Rio da Prata.

Foi montada uma operação e o suspeito foi abordado em uma NISSAN/Frontier, de cor prata, em uma estrada próxima a MG-410. Durante as buscas, foram localizados 20 quilos de peixes da espécie dourado e um tatupeba abatido.

Questionado, o suspeito disse que os peixes são do Rio da Prata e que adquiriu de um morador do Cruzeiro da Prata por R$ 360,00. Sobre o Tatu, ele falou que ganhou de um conhecido.  O suspeito foi conduzido para a delegacia de Polícia Civil de Patos de Minas e a caminhonete foi apreendida e removida para o depósito.

Os peixes foram analisados por um médico veterinário que atestou que estavam próprios para consumo humano, sendo doados para a Casa das Meninas. Já o tatu foi descartado em um aterro sanitário.

Fonte: CLube Noticias

Publicado em:12/01/2017
Autor:Hamilton Amorim

Compartilhe:

     



     
NOTICIAS - ESPORTES - POLICIAL - POLÍTICA  
Todos os Direitos reservados a P.O Notícias - 2016