Polícia Civil diz que ossada humana encontrada no município de Patos de Minas pode ser de andarilho

A Polícia Civil continua investigando a identidade da ossada que foi encontrada na tarde dessa segunda-feira (09/01) dentro da área de uma empresa de fertilizantes, que fica nas proximidades do Posto Paraty, na BR365. Um dos funcionários se deparou primeiramente com o crânio e acionou a Polícia. Os restos mortais estavam debaixo de uma árvore, distante 30 metros da rodovia. Cogita-se que seja um andarilho, que passou pela região a cerca de 60 dias.

O encarregado de produção Alcir Canuto de Oliveira, foi quem encontrou o crânio em meio a mata e imediatamente relatou o caso para a Polícia, que localizou as outras partes com o acompanhamento dos Peritos da Polícia Civil. O Delegado Regional Luis Mauro Sampaio, disse que uma investigação minuciosa será realizada para apurar a quem pertecem os restos mortais.

No entanto, preliminarmente o que se sabe é que pode ter sido uma morte natural, uma vez que não foram encontrados sinais de fratura nos ossos. Imagina-se que tenha sido um andarilho que a dois meses foi visto perambulando pelas imediações. As vestes encontradas no esqueleto também sugerem isso. Ele vestia uma calça amarrada com barbante e chinelos com numerações diferentes.

O Delegado ressaltou que todos os dados serão analisados para chegara a conclusão do caso e identificação da ossada. O corpo foi encaminhado para Instituto Médio Legal - IML, de Patos de Minas, onde permanecerá até ser identificado.

Matéria:Odair Cardoso

Publicado em:10/01/2017
Autor:Hamilton Amorim

Compartilhe:

     



     
NOTICIAS - ESPORTES - POLICIAL - POLTICA  
Todos os direitos reservados a P.O Notícias - 2016