Meninos começam a ser vacinados contra HPV na rede pública de saúde a partir desta terça (03)

A campanha de vacinação contra HPV começa nesta terça-feira em todo país. Neste ano, a novidade será a inclusão de meninos na ação. A expectativa é imunizar 3,6 milhões de homens entre 12 e 13 anos em 2017. A estratégia também é utilizada em outros seis países, como Estados Unidos, Austrália, Áustria, Israel, Porto Rico e Panamá. As meninas entre 9 e 13 anos também vão receber as doses. O Ministério da Saúde gastou R$ 288,4 milhões para adquirir seis milhões de doses da vacina. Os pacientes terão acesso ao medicamento no Sistema Único de Saúde (SUS).

Os meninos vão receber duas doses da vacina, com seis meses de intervalo entre elas. Para as crianças e jovens de 9 a 26 anos que vivem com HIV/AIDS, que também foram incluídos na campanha, vão receber três doses, com intervalo de dois e seis meses. Eles deverão apresentar a prescrição médica para ter acesso ao medicamento. A expectativa é imunizar 99,5 mil pessoas nesta situação.

A inclusão dos meninos na campanha é uma das recomendações das Sociedades Brasileiras de Pediatria, Imunologia, Obstetrícia e Ginecologia e da IST/AIDS. O objetivo é proteger contra os cânceres de pênis, garganta e ânus. A faixa-etária foi escolhida para proteger os garotos antes do início da vida sexual. Neste ano, serão imunizados crianças de 12 e 13 anos, mas a meta é diminuir nos próximos anos até chegar nos garotos de 9 anos em 2020.

Vacinação para meninas

Nas meninas, a vacinação tem como objetivo proteger contra o câncer de colo do útero, vulva, vaginal e anal; lesões pré-cancerosas; verrugas genitais e infecções causadas pelo vírus. O HPV é transmitido pelo contato direto com pele ou mucosas infectadas por meio de relação sexual. Também pode ser transmitido da mãe para filho no momento do parto. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que 290 milhões de mulheres no mundo são portadoras do vírus.

Neste ano, as meninas que chegaram aos 14 anos sem tomar a vacina ou que não completaram as duas doses indicadas, foram incluídas na campanha. A estimativa é de que 500 mil adolescentes estejam nessa situação. Até o ano passado, a faixa etária para o público feminino era de 9 a 13 anos. Desde 2014, já foram imunizadas 5,7 milhões de meninas com a segunda dose, completando o esquema vacinal.

Fonte:Uai

Publicado em:03/01/2017
Autor:Hamilton Amorim

Compartilhe:

     



     
NOTICIAS - ESPORTES - POLICIAL - POLTICA  
Todos os direitos reservados a P.O Notícias - 2016