Em protesto, funcionários paralisam atividades e reivindicam benefícios de empresa na cidade de Lagoa Grande

Funcionários de uma empresa na cidade de Lagoa Grande, no Noroeste do Estado, resolveram cruzar os braços na manhã desta quinta-feira (05/07), em protesto e como forma de reivindicar seus direitos.

Os funcionários reivindicam junto a empresa à incorporação do valor do vale-alimentação, os quais entendem que tem direito ao mesmo. De acordo com um trabalhador que não quis se identificar com medo de represálias, o vale-alimentação é pago apenas aos diretores da empresa.

Outra reivindicação é referente a 40% da rescisão de contrato, pois eles relatam que a empresa não está querendo pagar. “Não querem pagar a rescisão contratual e nem o mês de aviso prévio, só queremos os nossos direitos” disse um funcionário.

Nossa reportagem tentou entrar em contato com o departamento de recursos humanos (RH) da empresa, mas não obtivemos resposta.

COMPARTILHAR
Jornalista e radialista, natural de Presidente Olegário. Idealizador e responsável pelo portal PO Notícias. Redator e apresentador dos programas Jornal da Eldorado e show da tarde na Rádio Eldorado FM 87,9.