Casal é preso ao receber tabletes de maconha pelos Correios em João Pinheiro

A Polícia Militar desmantelou na manhã desta quarta-feira (11), um esquema de tráfico de drogas ilícitas, que ocorria no município de João Pinheiro.
Anúncios

A ação policial ocorreu após uma denúncia anônima informar que Marlúcio, de 38 anos, responsável pela aquisição de drogas direto de fornecedores de outras cidades e principal distribuidor de drogas em João Pinheiro, receberia um carregamento de substâncias ilícitas através do serviço de postagem dos correios.

Por conta da informação, a equipe policial se deslocou até o bairro Santa Cruz, local onde a mercadoria chegaria, e observou um funcionário dos correios entregando uma caixa de papelão para a receptora Micaelly Silva.

Os militares então realizaram a abordagem e constaram que a referida caixa continha 18 tabletes de maconha, além de conter o nome da remetente Letícia Freitas, que realizou a postagem da mercadoria na terça-feira (10).

Ao ser indagada sobre o material, Micaelly relatou que Tiago Silva teria lhe procurado a mando de Marlúcio, pedindo um documento de identidade e um comprovante de endereço, para que ela recebesse a encomenda através do correio.

Micaelly ainda declarou que não era proprietária da droga, e que somente iria realizar a armazenagem da substância ilícita para Marlúcio e que Tiago, já guardou drogas na sua casa diversas vezes e nunca recebeu nada por isso, pois seu marido era usuário de drogas e Tiago lhe pagava com pequenas porções para poder armazenar o material na sua residência.

Tiago foi abordado em frente ao local que era utilizado para armazenagem da droga, e este confessou que utilizava o endereço para esconder drogas e que Marlúcio teria comprado a substância em outra cidade e posteriormente lhe passaria para a revenda.

A equipe policial se deslocou até a residência de Marlúcio, que fica no fundo da casa de Micaelly, porém nem o autor e nem a sua esposa, foram localizados, sendo encontradas duas crianças sozinhas na casa, que teriam sido deixadas sob o cuidado de uma mulher.

Todos os autores localizados foram presos e conduzidos ao Hospital Municipal de João Pinheiro, em seguida, apresentados a autoridade policial, juntamente com os materiais apreendidos. A Polícia Militar segue as investigações na tentativa de localizar Marlúcio, que está foragido.

Fonte:JPagora

COMPARTILHAR